Previsão

SAFRAS corta produção de verão 2021/22 de milho para 22,556 milhões de toneladas

A produção de milho da safra verão 2021/22 deverá atingir 22,556 milhões de toneladas, segundo a mais nova estimativa de SAFRAS & Mercado. O volume ainda fica acima das 21,645 milhões de toneladas colhidas na primeira safra 2020/21, mas aquém das 25,725 milhões de toneladas indicadas no levantamento anterior, divulgado em novembro. O analista de […]


Categorias: Manejo,

SAFRAS corta produção de verão 2021/22 de milho para 22,556 milhões de toneladas

A produção de milho da safra verão 2021/22 deverá atingir 22,556 milhões de toneladas, segundo a mais nova estimativa de SAFRAS & Mercado. O volume ainda fica acima das 21,645 milhões de toneladas colhidas na primeira safra 2020/21, mas aquém das 25,725 milhões de toneladas indicadas no levantamento anterior, divulgado em novembro.

O analista de SAFRAS & Mercado, Paulo Molinari, ressalta que houve uma revisão para baixo nos números em razão da estiagem que atinge a Região Sul do Brasil, especialmente os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, em decorrência do fenômeno climático La Niña. “A safra do Rio Grande do Sul deverá ficar em 2,912 milhões de toneladas, 22,5% aquém ante as 3,762 milhões de toneladas registradas na safra verão 2020/21”, avalia.

A área plantada com milho na safra de verão 2021/22 do Centro-Sul do Brasil deverá ocupar 4,384 milhões de hectares, 0,7% acima da cultivada na temporada 2020/21, que ficou em 4,352 milhões de hectares. Não houve mudanças em relação ao levantamento anterior.

Devido à estiagem, a produtividade média da safra de verão 2021/22 deve ficar em 5.144 quilos por hectare, acima dos 4.973 quilos por hectare obtidos na temporada 2020/21, mas abaixo dos 5.867 quilos por hectare esperados em novembro.

SAFRAS indica uma área a ser plantada com a safrinha 2021/22 0,4% menor frente aos 14,401 milhões de hectares cultivados em 2020/21, atingindo 14,345 milhões de hectares. Não houve mudanças em relação à área projetada em novembro. Com a produtividade média passando de 3.968 quilos por hectare para 5.695 quilos por hectare, Molinari estima que a produção da segunda safra 2021/22 poderá chegar a 81,697 milhões de toneladas. “Os dados divulgados hoje são similares aos projetados em novembro, indicando uma produção muito superior frente às 57,153 milhões de toneladas colhidas na segunda safra 2020/21” compara.

Para as regiões Norte e Nordeste, a estimativa de área foi mantida em 2,319 milhões de hectares de milho, ante os 2,354 milhões de hectares cultivados na temporada 2020/21, recuo de 1,5%. A produtividade média poderá chegar a 5.102 quilos por hectare, acima dos 5.085 quilos por hectare obtidos na safra 2020/21. “A produção nessas regiões foi mantida em 11,831 milhões de toneladas na safra 2021/22, abaixo do volume colhido em 2020/21, de 11,971 milhões de toneladas”, projeta.

A área total de milho no Brasil deverá ocupar 21,049 milhões de hectares em 2021/22, sem mudanças ante novembro, apontando uma retração de 0,3% frente aos 21,108 milhões de hectares cultivados em 2020/21. O rendimento médio das lavouras para a temporada 2021/22 deverá ficar em 5.515 quilos por hectare, superando os 4.300 quilos esperados para a safra 2020/21. Em novembro, a produtividade média prevista era de 5.665 quilos por hectare.

Molinari salienta que a produção total de milho na temporada 2021/22 deverá atingir 116,085 milhões de toneladas, inferior às 119,255 milhões de toneladas indicadas na estimativa anterior. “Mesmo com a revisão nos números, a produção deverá ser recorde, superando as 90,77 milhões de toneladas da safra 2020/21″, conclui.

Fonte: Agência SAFRAS

 


Assine nossa newsletter

Receba as novidades Coopercitrus no seu e-mail.

(17) 3344-3000
sac@coopercitrus.com.br
privacidade@coopercitrus.com.br

Coopercitrus Cooperativa de Produtores Rurais
Praça Barão do Rio Branco, n. 9
Centro • CEP 14 700-129 • Bebedouro/SP